Este post contém spoilers da 8ª temporada de Game of Thrones.

Daenerys Targaryen (Emilia Clarke), que vinha sendo construída como a salvadora de Westeros e principal candidata ao Trono de Ferro, vem tomando atitudes que não condizem muito com o histórico da personagem. O penúltimo episódio da 8ª temporada de Game of Thrones, chamado de “The Bells”, tem dado o que falar e não de uma forma positiva.

Na ocasião, a Targaryen e o exército dela retornaram à Porto Real para conseguir tomar o lugar de Cersei (Lena Headeley) no trono. Tyrion (Peter Dinklage) havia dito que se os sinos tocassem, era para cessar o ataque. O fato aconteceu, mas apenas por alguns instantes. Em seguida, a Mãe dos Dragões iniciou um massacre a “sangue e fogo”, deixando a cidade em ruínas e os fãs perplexos.

Em entrevista ao The Hollywood Repórter, David Benioff e Dan Weiss, criadores da série, acreditam que as decisões dela foram coerentes baseado em experiências passadas da Filha da Tormenta.

“Existe algo assustador no jeito que Dany reage a morte de seus inimigos. Mesmo quando você lembra da primeira temporada, quando Khal Drogo (Jason Momoa) entrega a coroa a Viserys (Harry Lloyd), e a reação dela quando vê a cabeça de seu irmão derretendo. Ele era um péssimo irmão, então acho que ninguém estava chorando quando ele morreu, mas mesmo assim…” – lembrou Benioff.

Logo depois, o companheiro completou trazendo mais argumentações em relação às medidas recentes da, provavelmente, nova rainha:

“Não acho que ela já tinha uma decisão em mente. Então quando ela vê a Fortaleza Vermelha, que para ela é a casa que sua família construiu quando chegou ao país há 300 anos… É neste momento, na entrada de Porto Real, quando ela vê o símbolo do que lhe foi retirado, que ela faz a decisão de tornar isto algo pessoal” – falou Weiss.

Diferente dos livros, onde o leitor sabe o que passa na cabeça da personagem e a ideia de “Rainha Louca” se torna coerente, a série não conseguiu fazer um aprofundamento que a levasse para esta conclusão. Mas a pergunta que fica é: as atitudes de Daenerys fazem sentido?

“Se as circunstâncias tivessem sido diferentes, eu não acho que esse lado de Dany teria saído. Se Cersei não tivesse traído ela [no acordo de lutar contra os White Walkers], se Cersei não tivesse executado Missandei (Nathalie Emmanuel), se Jon (Kit Harington) não tivesse lhe dito a verdade … se alguma dessas coisas acontecesse de uma maneira diferente, então eu não acho que estaríamos vendo esse lado de Daenerys Targaryen” – concluiu Benioff.

O último episódio de Game of Thrones terá 1 hora e 20 minutos e será transmitido pela HBO no próximo domingo (19/05) às 22:00 horas, no horário de Brasília.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s